Destaques

Newsletter

quarta-feira, março 09, 2016

Pelo Mundo - Viajando para Paraty - RJ

Decidi escrever sobre a viagem que fizemos para Paraty e Búzios e espero muito que vocês gostem. Vou dividir em duas partes para explicar melhor sobre cada lugar.
Logo quando decidimos este destino eu e o Henrique já saímos pesquisando sobre o lugar e tudo que tínhamos para explorar por lá e achamos muitas dicas legais e vou aproveitar para deixar umas diquinhas por aqui também.


Para ir até o Rio

Tivemos problemas no voo logo de cara, porque deu um temporal horrível aqui em Porto Alegre e alterou nossas escalas, e ao invés de esperarmos no máximo 1 hora em São Paulo, esperamos 3 horas aqui em Porto e mais 4 horas em São Paulo, e isso me ensinou uma coisa muito importante: sempre levar o máximo de distrações possíveis mesmo que o teu voo não demore tanto, como travesseiro de pescoço para dormir, livros, aplicativos de celulares e etc.

A nossa passagem custou mais ou menos R$ 400 por pessoa, com taxas inclusas nesse valor (conseguimos esse preço legal através da movetur, eles tão sempre de olho nas passagens com promoção).

Como ir até Paray

Paraty fica a 262km da capital do Rio de Janeiro e para ir até lá alugamos carro na Localiza (no aeroporto você pega uma van que te leva até a loja próxima ao aeroporto), pré agendado pela internet, e chegando lá pegamos as chaves, assinamos contrato e pagamos o restante.  O ideal é pegar um carro grande que caibam todas as malas.
A estrada até Paraty é muito boa, asfalto bom e com poucos buracos, mas com MUITOS pardais com limite de velocidade de 40km/h e muitas lombadas. Demoramos cerca de 4 horas para chegar lá.

Onde ficar

Ficamos em uma pousada perto do centro de Paraty, o que era muito bom, já que não precisávamos do carro para sair a noite e bater perna. Ela era simples e o café era mediano, mas tivemos uma boa estadia lá.
Por lá você só vai encontrar pousadas, porque a cidade é bem pequena.


O que fazer por lá

Paraty não tem muitas praias bonitas na sua proximidade, e foi falando com o pessoal da cidade que descobrimos algumas legais para visitar, como Paraty Mirim e Praia Grande (que de grande não tem nada). O acesso para essas praias é diferente do que normalmente estamos acostumados.

Para chegar em Paraty Mirim, é necessário encarar um bom trecho de estrada de chão batido com o carro, e a praia não tem muita estrutura, só encontramos um bar com algumas coisinhas para comer, e caso consumíssemos podíamos usar UM guarda-sol (eramos 10 pessoas) e cadeiras deles.



Já na praia Grande, encontramos uma trilha de três à cinco minutos de caminhada, mas como tem decidas e subidas, não da para considerar de fácil acesso. Porém nessa praia tinha uma pessoa que alugava guardasóis e cadeiras (R$20 um guardasol e duas cadeiras) e um bar com banheiros arrumados.






Ambas as praias com beleza naturais e água quente. CUIDADO, a areia de lá esquenta MUITO e rapidamente. Não dá para andar sem chinelo.

Outra distração de Paraty, são os passeios de escunas ou barcos para visitar as ilhas ao redor. No nosso caso, como estávamos em um grupo grande de pessoas, contratamos um barqueiro por um tempo determinado de horas e ele fez o mesmo roteiro das escunas, mas exclusivamente para nós, e ainda fizemos um churrasco em uma das paradas (o barqueiro tinha uma churrasqueirinha no barco e nos emprestou). Fomos nas praias dos Pescadores, do Saco da Velha e da Lagoa Azul .Vale muito fazer esse passeio, porque a água é linda e quentinha, e durante o passeio nós descíamos e tomavámos banho (eles também fornecem espaguetes e snorkel para mergulho).





O city tour, nós mesmos fizemos a pé e pesquisamos sobre os pontos turísticos no Google. Logo quando chegamos uma pessoa nos ofereceu um pacote, e ficamos super interessados, mas no final ele só enrolava, então decidimos fazer por nós mesmos.




O centro é muito bonito, com as ruas de pedras características e muitos restaurantes e lojas. No meio da rua encontramos carrinhos com vendedores ‘’ambulantes’’ com doces, como bolo, brigadeiro, cocada e etc.


Alimentação

Apesar da variedade grande de restaurantes, a média de preço por refeição fica parecida na maioria dos lugares, com exceção de um ou outro mais caro ou mais barato. Em média gastávamos R$ 50 por pessoa, com bebidas. Se você não quiser gastar muito com refeições, tem padarias ao redor para comprar pães ou um salgado. Tem uma praça muito bonita com showzinhos e várias opções para comer.


Paraty é uma cidade história e é legal explorar ela, pois há muita beleza natural. Não vá para Paraty com intenção de conhecer muitas praias, porque essa não é a proposta do local. Os pontos negativos de Paraty são; a internet que é horrível (segundo a menina do hotel ainda é discada) e o cheiro de esgoto que da para sentir na maioria das ruas.


Se quiserem ver mais fotinhos da viagem, deem uma checada no meu Instagram que tem umas fotinhos bem legais.



Nessa mesma viagem, ainda fomos para Búzios, em breve vou postar aqui também.

Espero que tenham gostado, até a próxima, beijinhos.

Comentários via Facebook

0 comentários:

Postar um comentário

Publicidade

iunique studio criativo

Instagram

© O que é meu, é teu! – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in